Ambiente Steam

AMBIENTE STEAM

Trata-se do Laboratório de Educação e Tecnologias, espaço exclusivo para a criatividade, onde a experimentação flui de forma coletiva, com seus erros e acertos. As turmas da Educação Infantil não frequentam esse ambiente (somente Ensino Fundamental I), por ser um ambiente inadequado a essa faixa de idade, em que são manuseadas ferramentas e materiais não recomendados do ponto de vista da segurança. Porém, o Ambiente Steam está presente na rotina, mesmo fora do laboratório. Esse é um conceito que sempre existiu na Academia da Criança.
Como falamos, STEAM é um acrônimo em inglês para as disciplinas Science, Technology, Engineering, Arts e Mathematics. É considerada uma metodologia integrada e baseada em projetos, que tem o objetivo de formar pessoas com diversos conhecimentos, desenvolver valores juntamente com os conteúdos abordados e preparar alunos e cidadãos para os desafios do futuro.


O processo de STEAM tem cinco etapas básicas, que relatamos a seguir: 1 – Investigar; 2 – Descobrir; 3 – Conectar; 4 – Criar; 5 – Refletir.


Com o STEAM, alunos experimentam e vivenciam o pensamento científico de maneira interpretativa e reflexiva. Em atividades focadas na metodologia STEAM, alunos resolvem problemas, pensam ‘’fora da caixa’’ e se beneficiam de um aprendizado interdisciplinar. Já o professor atua como um guia no processo de aprendizagem. Ele é responsável por oferecer mentoria e apoio às equipes (viu que aqui o trabalho é feito de forma colaborativa!) e também aprende com esse novo método de trabalho integrado.
Porque essa metodologia importa tanto nos dias de hoje? A metodologia STEAM tem foco no desenvolvimento de algumas habilidades essenciais para o aluno do século XXI, tais como:


Criatividade, imaginação e inovação.
Pensamento crítico e resolução de problemas.
Comunicação e colaboração.
Flexibilidade e adaptabilidade.
Habilidades sociais e culturais.
Capacidade de lidar com diferentes situações


Em projetos de STEAM, os alunos começam a desenvolver essas habilidades de forma mais interativa e autônoma. Constroem, fazem protótipos, criam, solucionam problemas e interpretam suas próprias criações.